Ir direto ao conteúdo

E·lei·ção

As eleições vêm do mesmo lugar que a inteligência. As eleições vêm do mesmo lugar que a negligência. “Legere”, a origem latina das três, significava, basicamente, “juntar”, “tomar” ou “colher”. Inteligência é interligar o que se colheu; negligência é ignorar, é deixar de colher o que importa. Eleição é colher um dentre vários. Mas de tanto colher, tomar e juntar, tinha-se em latim que “legere” era também uma forma de roubar. De grão em grão, a galinha enche o bolso.

Esse termo, “legere”, tem ainda outros usos: é dele que vem o verbo “ler”, como se a leitura fosse uma espécie de colheita feita com os olhos. Das manchas gráficas de uma página, levamos conosco sons e significados.

Em francês, “légère”, que é quase igual — só mudam os acentos —, significa algo totalmente diferente. É a coisa “leve”, “ligeira”. Veio do protoindo-europeu “*legwh-”, que não tem nada a ver com eleições, mas deu origem ao nosso outro grande evento nacional, o Carnaval (de “caro” + “levare”, “retirar a carne”; “levare” remonta a “*legwh-”).

O Carnaval e as eleições são coisas distantes, mas aqui ficaram próximas. Esta é pelo menos uma das coisas que podemos fazer quando sabemos colher palavras — quando sabemos ler, quando sabemos eleger significados. Fazemos coisas improváveis se tornarem possíveis.

As eleições vêm do mesmo lugar que as palavras. As eleições vêm do mesmo lugar que o pensamento. Essas duas últimas são traduções possíveis para “logos”, o termo grego que iniciou o universo, pelo menos de acordo com o Antigo Testamento. “No princípio era o Verbo” diz a Bíblia. Isto é, era “logos”, que vem, como as “eleições”, de “*leg-”: tudo começou com o logos, com uma colheita, uma eleição.

Sofia Nestrovski

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!