Ar·qui·te·tu·ra

O “arquiteto” é o “grande construtor” ou “líder dos construtores” — do grego “arkhi” + “tekton”. “Arkhon”, palavra grega de origem desconhecida, é o “chefe”, “líder” ou “primeiro" de alguma coisa: como o “arqui-inimigo” é o “grande inimigo”, o “arcanjo” é o “maior dos anjos” e “anarquia” é o governo “sem líder”. Mas voltando ao “arquiteto" e indo mais longe na história da palavra, vemos que as coisas tendem a ficar mais amplas — não mais o “grande construtor”, ele agora é o “grande fazedor”. Porque “tekton" vem do protoindo-europeu “*teks-”, que significa “fazer” ou “tecer”. Dessa raiz vieram os “tecidos”, “textos”, “contextos” e “texturas”, bem como as “técnicas”, “tecnologias" e, finalmente, as “sutilezas”, as tramas mais bem-acabadas.

Sofia Nestrovsky é mestre em teoria literária pela USP e colabora para revistas como Piauí, Quatro cinco um e Cult.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante?

Entre aqui

Exclusivo para assinantes

Tenha acesso a todo o nosso conteúdo, incluindo expressos, gráficos, colunistas, especiais, além de newsletters exclusivas com curadoria da redação. Apoie o jornalismo independente brasileiro de qualidade.
Assine o Nexo.