Ir direto ao conteúdo

O que você sabe sobre Oswald de Andrade? Faça o teste

Neste quiz, o ‘Nexo’ avalia seus conhecimentos sobre a vida e a obra do escritor modernista nascido em 1890

Autor de poemas, romances, peças de teatro e manifestos decisivos para o modernismo no Brasil, Oswald de Andrade nasceu em 11 de janeiro de 1890 em São Paulo, quando a paisagem da cidade ainda pertencia às fazendas de café. Seu nascimento faz 130 anos em 2020.

Único filho de um casal que acumulava fortuna com terras nos estados de São Paulo e Pará, Oswald foi criado como um garoto que tinha tudo, vivendo “sob ordens da mamãe”. Por influência de um tio, descobriu cedo a vocação para a literatura. Iniciou a vida profissional no jornalismo em 1909 e, três anos depois, viajou pela Europa, onde teve contato com o ambiente artístico marcado pelo futurismo e outras vanguardas.

Aos 32 anos, acumulando uma pequena carreira de um livro e alguns semanários publicados, Oswald participou da Semana de Arte Moderna, realizada em 1922 no Theatro Municipal de São Paulo, evento que pôs abaixo as tradições da arte brasileira e inaugurou o modernismo.

Ao lado de Mário de Andrade, Anita Malfatti e Manuel Bandeira (que não estava no evento, mas enviou um texto que foi lido para todos), Oswald foi vaiado pelo público. Algum tempo depois, ele se tornaria um dos principais – e mais radicais – representantes do modernismo brasileiro. A arte modernista, por sua vez, ganharia relevância absoluta anos depois, renovando o modo nacional de fazer arte e influenciando movimentos que viriam em seguida.

Após a Semana de Arte Moderna, Oswald escreveu as duas principais fontes teóricas e filosóficas sobre o tema no país, o Manifesto da Poesia Pau-Brasil (1924) e o Manifesto Antropofágico (1928). As obras mais famosas do escritor incluem ainda “Pau Brasil” (1925), “Memórias sentimentais de João Miramar” (1924), a peça “Rei da vela” (1937) e veículos como a Revista de Antropofagia e o jornal O Homem do Povo.

Apaixonado pela ideia de fazer da arte uma criação genuinamente brasileira, Oswald (que gostava de ser chamado de Osvaldo) tinha também um projeto político. Ao mesmo tempo em que desejava a descolonização das mentalidades na cultura, na vida social defendia uma sociedade mais igualitária. Foi anarquista, comunista e socialista, tentando conciliar a visão política com o pensamento antropofágico.

Após se casar inúmeras vezes, Oswald de Andrade morreu em 1954, deixando dois filhos. Neste quiz, o Nexo faz oito perguntas sobre a vida e a obra do escritor. O que você sabe sobre o modernista?

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!