Ir direto ao conteúdo

Como estava o mundo quando o Muro de Berlim caiu?

Neste quiz, o ‘Nexo’ testa o que você sabe sobre os eventos que marcaram o colapso do bloco soviético e o fim da Guerra Fria

A queda do Muro de Berlim, que por 29 anos dividiu a capital da Alemanha em dois, completou 30 anos no sábado (9). A derrubada de um dos grandes símbolos da Guerra Fria (1945-1991) ocorreu após milhares de pessoas irem às ruas em protesto contra a proibição do trânsito entre a Alemanha Ocidental, capitalista, e a Alemanha Oriental, comunista.

Até então, Berlim exibia em seu território uma cisão física que existia politicamente em todo o mundo — dividido desde meados do século 20 em um bloco comunista, sob influência da antiga União Soviética, e um bloco capitalista, influenciado pelos Estados Unidos. A Alemanha, grande derrotada da Segunda Guerra, estava dividida desde 1945, e o muro, construído em 1961, explicitou o espírito da época.

66,5 km

era a extensão média do Muro de Berlim

A construção do Muro de Berlim foi empreendida pela Alemanha Oriental, que tentava conter o êxodo de seus habitantes para a zona capitalista da cidade. A região, sob o comunismo, era menos desenvolvida que a Berlim Ocidental, passava por crises econômicas e causava insatisfação pela falta de liberdades e o autoritarismo.

Após décadas de disputa entre EUA e URSS por hegemonia, uma série de eventos e revoluções na Europa, nos anos 1980, deixaram o bloco comunista à beira do colapso. A crise econômica na zona oriental se acentuou, e grupos políticos contrários aos soviéticos conquistaram o poder em países como Hungria e Polônia, antes sob influência do bloco comunista.

A indignação era crescente também na Alemanha Oriental, que na época viu crescerem movimentos de oposição organizados. A sociedade civil fazia protestos reclamando da falta de mercadorias, do aumento da dívida externa, da censura a opositores e artistas e da atuação ostensiva da Stasi, a polícia do governo.

A fim de responder aos protestos, o porta-voz da Alemanha Oriental em 1989, Günter Schabowski, anunciou em 9 de novembro que acabaria com as restrições de mobilidade na fronteira com a zona capitalista. Após o anúncio, milhares de pessoas se dirigiram ao muro, exigindo o cumprimento imediato da nova regra. A parede foi derrubada pela multidão, que portava pás e picaretas, na noite do dia 9 para 10.

A queda do Muro de Berlim levou à reunificação das Alemanhas um ano depois. Ela também foi o evento mais marcante do início de uma nova ordem mundial, marcada pela derrota do comunismo soviético e pelo fim da Guerra Fria. A disputa entre EUA e URSS terminou oficialmente em 1989, após a abertura do regime soviético feita por Mikhail Gorbatchov. A desintegração da própria União Soviética chegaria dois anos depois.

Neste quiz, o Nexo faz oito perguntas sobre o que acontecia na história no momento da queda do Muro de Berlim, com enfoque nos acontecimentos relacionados aos países que viviam sob influência soviética até o fim da Guerra Fria. O que você sabe sobre o período?

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!