Ir direto ao conteúdo

O que você sabe sobre maratonas? Faça o teste

Neste quiz, o ‘Nexo’ avalia seus conhecimentos sobre a história e as marcas das grandes corridas de rua ao redor do mundo, que atraem atletas profissionais e amadores

Temas

O queniano Eliud Kipchoge se tornou, no último sábado (12), o primeiro homem a completar uma maratona em menos de duas horas. Ele fez o tempo de 1 hora, 59 minutos e 40 segundos. O corredor, que já havia vencido as provas de Londres, Chicago, Berlim e Roterdã, conquistou a nova marca em Viena, na Áustria. O tempo não foi homologado como o recorde mundial por ter acontecido em um evento patrocinado, numa prova não oficial.

Em Viena, Kipchoge conquistou os 42,195 km da prova em uma média de velocidade de pelo menos 21,27 quilômetros por hora. O queniano também é dono do atual recorde mundial oficial desde que completou, em 2018, a Maratona de Berlim em 2 horas, 1 minuto e 39 segundos.

A maratona é uma das modalidades de corrida mais populares do mundo, e há séculos reúne adeptos profissionais e amadores. Algumas das provas são tão famosas que mobilizam viagens de corredores de diversos países. Entre as razões para correr estão o aspecto recreativo do esporte, o desejo de superar marcas e seus benefícios para a saúde.

1,1 milhão

de pessoas participaram de maratonas em 2018, segundo o estudo State of Running, que avalia a adesão a diferentes tipos de corridas

Algumas das maratonas mais tradicionais são a de Boston e a de Nova York, nos Estados Unidos. As maratonas também são populares nas Olimpíadas modernas, onde foram incluídas desde sua primeira edição, no século 19. As regras do esporte são definidas pela Federação Internacional de Atletismo.

Neste quiz, o Nexo faz 11 perguntas sobre a história, as marcas e os números das maratonas ao redor do mundo. Você conhece todos?

ESTAVA ERRADO: A primeira versão deste texto afirmava que Eliud Kipchoge havia marcado o tempo de 1 hora, 59 minutos e 38 segundos em uma maratona. Na verdade, foi 1 hora, 59 minutos e 40 segundos. O texto também dava a entender que a corrida de São Silvestre, em São Paulo, é uma maratona, quando de fato não é. Além disso, o texto afirmava que o trajeto da maratona mudou em 1908, durante os Jogos Olímpicos de Londres, para que a família real britânica pudesse acompanhar a chegada dos corredores em frente ao Castelo de Buckingham, quando na verdade a ideia era que a família real visse a largada da corrida em frente ao Castelo de Windsor. O texto foi alterado às 14h53 de 16 de outubro de 2019.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante?

Entre aqui

Continue sua leitura

Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: