Ir direto ao conteúdo

Você conhece os poetas da contracultura brasileira? Faça o teste

Neste quiz, o ‘Nexo’ desafia seus conhecimentos sobre o trabalho de poetas brasileiros que se destacaram na década de 1970, período mais repressivo do regime militar

Temas

O início da década de 1970 marcou a derrota dos grandes movimentos de contestação política, iniciados em escala mundial em 1968, e os anos mais sombrios do regime militar (1964-1985), marcado pelo fechamento do ambiente social, político e cultural no país.

Num momento de recrudescimento da repressão política — com exemplos como a instauração da censura e a proibição de manifestações no Brasil —, artistas e cidadãos impossibilitados de vencer o “sistema” pelo embate frontal buscaram formas laterais de escapar dele.

Daí surgiu a contracultura e a geração “desbunde” — que, no lugar da grande política, respondeu à repressão do Estado no plano cultural e do comportamento. Na literatura, poetas vanguardistas e “marginais” publicavam fora do mercado como forma de resistência.

Aos autores daquele período se refere o livro “Neste instante: novos olhares sobre a poesia brasileira dos anos 1970” (ed. Humanitas, 2018), lançado recentemente e coordenado pelos pesquisadores Viviana Bosi e Renan Nuernberger, ambos da USP (Universidade de São Paulo).

Em uma coleção de ensaios, o texto retrata as características das obras dos artistas que Bosi chama de “geração interrompida“ — conjunto de poetas que convivia em desvantagem com o autoritarismo brasileiro.

“Suas vidas e suas obras, identificadas com as dificuldades do coletivo, definiram, de certa forma, o retrato de uma geração interrompida, uma geração asfixiada pelo ambiente repressivo que se instalou no país”

Viviana Bosi

pesquisadora, em entrevista à Agência Fapesp

Autores como Ana Cristina Cesar, Paulo Leminski, Waly Salomão, Cacaso, Duda Machado, Jorge Wanderley e Haroldo de Campos fizeram seus principais trabalhos nessa época — alguns escrevem boa poesia até hoje, como Augusto de Campos e Afonso Henriques Neto.

A maior parte, no entanto, talvez por não ter suportado a carga da época, morreu cedo — alguns de forma trágica, como Ana Cristina, Torquato Neto e Guilherme Mandaro. Sua marca, no entanto, sobreviveu no corpo do texto, segundo Bosi. E tem muito a dizer à geração atual.

Neste quiz, o Nexo faz dez perguntas sobre o trabalho desses poetas. Você sabe dizer a qual autor pertencem os textos abaixo?

 

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!