Ir direto ao conteúdo

O que um candidato a vereador pode prometer ao eleitor

A campanha eleitoral já começou, assim como os discursos dos candidatos que querem o seu voto. Você sabe identificar quais são as funções de um parlamentar municipal? Faça o teste

 

Dia 16 de agosto de 2016 marcou o início oficial da campanha eleitoral para vereador e prefeito em todo o Brasil. A partir dessa data, candidatos já podem fazer propaganda, soar mensagens pela rua em veículos com alto-falantes, realizar comícios, distribuir santinhos e publicar vídeos com promessas em redes sociais.

Na hora de tentar persuadir o eleitor, vale tudo para alguns candidatos. Para esse tipo de político, é um mero detalhe se a promessa pertence ao seu campo de atuação. Em comentários nas redes sociais, é comum ver as pessoas reclamando de um governador por algo que é culpa do prefeito ou relacionando assunto de alçada estadual ao âmbito municipal. Alguns políticos podem usar esse tipo de confusão em seu benefício.

Responsabilidades menos conhecidas do eleitor, como a fiscalização do poder Executivo, raramente são mencionadas em campanhas. Demandas locais e problemas específicos têm preferência na hora das promessas. “O que dá voto é aquilo que afeta a comunidade diretamente, por isso, cada vez mais, eles são eleitos por redutos, como bairros, igrejas etc.”, diz Marco Antônio Carvalho Teixeira, cientista político da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

O Nexo preparou um quiz para você avaliar o quanto sabe sobre os limites das promessas de candidatos a vereador. Antes de começar, leve em conta que estamos tratando das atribuições de cada esfera de poder. É óbvio que a capacidade de articulação do parlamentar pode levá-lo a alcançar feitos que um vereador, a rigor, não alcançaria. Ou seja, ele não pode garantir que fará algo que depende da iniciativa do Executivo, por exemplo. Mas pode prometer, é claro, que articulará com a prefeitura para realizar o tal feito.

Agora sim! Vamos ver se você sabe o que pode esperar de seus mandatários municipais.

Faça o teste:

ESTAVA ERRADO: Originalmente, a questão 3 definia "Pode prometer" como resposta correta, considerando o caso de um projeto fictício de autoria do legislativo que geraria despesa para a prefeitura, o que é proibido pela Lei Orgânica. A resposta correta foi alterada para "Não pode prometer" às 18h40 do dia 29 de setembro de 2016.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!