Quantidade de dinheiro vivo circulando cresceu na pandemia

Em dezembro de 2020, mais de R$ 400 bilhões em notas e moedas foram movimentados no país. Valor é quase um terço maior do que no mesmo mês de 2019

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    No Brasil, o Banco Central é responsável por controlar e monitorar quanto dinheiro em espécie circula no país, para garantir que haja notas e moedas suficientes para a população.

    A quantidade total em circulação tende a aumentar com o crescimento da população e da economia, além da inflação. Em 1997, esse valor total oscilava em torno de 77 bilhões de reais, em valores de 2021. Em julho de 2019, ele era de cerca de 275 bilhões.

    Gráfico de área mostrando a evolução do valor total de notas em circulação desde a criação do plano real. Com a 1ª rodada do auxílio emergencial, em 2020, o total de dinheiro vivo circulando cresceu no Brasil.

    No ano seguinte, em 2020, o total de dinheiro circulando cresceu no país em ritmo mais acelerado e bateu recorde. Isso se deve principalmente ao pagamento do auxílio emergencial, durante a pandemia de covid-19.

    Muitos beneficiários sacaram o valor em dinheiro vivo, o que levou a uma resposta do Banco Central: a criação da cédula de 200 reais, com a estampa do lobo-guará. A cédula, no entanto, representa apenas 5,4% do valor circulante atualmente.

    Outro fator que impacta a circulação de dinheiro físico é o 13º, que é pago geralmente em duas parcelas, no final de novembro e em meados de dezembro. Parte do valor é sacado e utilizado no curto prazo, como nas compras de fim de ano.

    Continue no tema

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.