Com filiação ao PL, Bolsonaro volta oficialmente para o centrão

Presidente sela entrada no partido comandado por Valdemar Costa Neto após ficar dois anos sem legenda. Ao longo de sua trajetória, ele transitou entre siglas do bloco conhecido pelo fisiologismo

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    Jair Bolsonaro filiou-se ao PL (Partido Liberal) no dia de hoje (30), após o convite e negociações com o dirigente da legenda, Valdemar Costa Neto. O presidente volta a fazer parte de um partido, dois anos após deixar o PSL (Partido Social Liberal), a legenda que o elegeu em 2018.

    Linha do tempo dos presidentes brasileiros desde a redemocratização

    Bolsonaro começou sua trajetória na política após ser afastado do Exército e se eleger vereador pelo PDC (Partido Democrata Cristão), em 1988. O PDC fundiu-se com o PDS (Partido Democrático Social), principal sucessor do bloco de partidos ligados à ditadura militar, e deu origem ao PPR (Partido Progressista Reformador), em 1993.

    Em 1995, o PPR deu origem ao PPB (Partido Progressista Brasileiro) e, por fim, para o PP (Progressistas), que data de 2003. Contando essas mudanças de nome, o PP é o partido em que Bolsonaro passou mais tempo, um total de quase 21 anos. Ao longo de sua carreira política, o presidente transitou por outras legendas do centrão, como PSC (Partido Social Cristão) e PTB (Partido Trabalhista Brasileiro).

    O grupo de legendas conservadoras que tendem a apoiar diferentes governos, independentemente da ideologia, é a principal base de apoio do chefe do Executivo no Congresso hoje. Bolsonaro espera contar com o apoio do centrão em 2022 e precisa, por lei, estar filiado a um partido para se candidatar à reeleição.

    Continue no tema

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.