Deslizamento destrói casarão do século 18 em Ouro Preto

Interditado por risco desde 2012, prédio histórico desabou em meio às fortes chuvas que atingem o estado de Minas Gerais. Ninguém se feriu

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

Um deslizamento de terra destruiu nesta quinta-feira (13) um casarão do século 18 em Ouro Preto, na região central de Minas Gerais. O incidente aconteceu no Morro da Forca, no centro histórico da cidade. O prédio destruído era de propriedade da prefeitura. Ninguém se feriu. Veja o vídeo:

O prédio estava fechado desde 2012, justamente pelo risco de deslizamento. Um imóvel ao lado, usado como depósito, também foi destruído. A rua acabou interditada e a Defesa Civil solicitou avaliações de risco geológico no morro. Segundo o portal G1, o solo estava encharcado por conta de tempestades que chegaram à cidade nos últimos dias.

As chuvas fortes que atingem Minas Gerais desde o fim de 2021 têm provocado desastres em diversas regiões do estado. Ouro Preto está entre as cidades em situação de emergência. Na cidade, um homem de 55 anos morreu no sábado (8) soterrado dentro de casa, que desabou após os temporais.

A Defesa Civil considera o dia 1º de outubro de 2021 como o início do atual período chuvoso no estado. Até esta quarta-feira (12), 24 mortes haviam sido registradas por conta das tempestades. O número já supera os óbitos causados pelo último período de chuvas, quando foram registrados 22 mortes de 1º de outubro de 2020 a 31 de março de 2021.

Não estão inclusas nos 24 óbitos registrados até agora as dez pessoas que morreram no desabamento de um cânion em Capitólio no sábado (8). A Defesa Civil diz que aguarda investigação sobre a causa das mortes.

Continue no tema

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.