Bolsonaro zera imposto para importação de barcos a vela e jet ski

Presidente, que é visto com frequência em embarcações do tipo, afirma que medida pode estimular o turismo e gerar empregos

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    Em sua live semanal, na quinta-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro anunciou o fim do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) na importação de barcos a vela e motos aquáticas. A medida, segundo o presidente, é mais do que uma “futilidade” e tem como objetivo estimular o turismo e gerar mais empregos.

    Bolsonaro afirmou ainda que, por existir uma razão para a extinção do imposto, não é necessário apresentar uma fonte de renda alternativa. Ele afirmou que barcos a vela podem estimular a geração de empregos no país, uma vez que “cada barco a vela emprega em média duas pessoas”. O presidente recorreu ao exemplo da Europa, afirmando que o continente emprega cerca de 14 milhões de pessoas com seus 7 milhões de milhões de barcos.

    Já sobre a moto aquática, chamada popularmente de jet ski, Bolsonaro afirmou que zerar o IPI tende a estimular o turismo. Também anunciou que pretende desregulamentar o processo para tirar a habilitação do transporte.

    “A gente está tentando facilitar, desregulamentar a carteira de jet ski, para que seja acessível a todos. Não tem dificuldade em pilotar jet ski. Em 10 minutos, até menos, você aprende a mexer, disse. Acredito que, com desregulamentação e zero IPI, vai diminuir preço aqui e vamos ter turismo de jet ski impulsionado no Brasil”.

    Bolsonaro é visto com frequência em embarcações como essas que isentou de impostos. Em maio de 2020, estava a bordo de um jet ski quando afirmou que a reação à pandemia era uma “neurose” e que 70% da população pegaria o vírus. Já na segunda-feira (20), apareceu dançando em uma lancha ao som de um funk que comparava mulheres da esquerda a cadelas.

    Continue no tema

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.