EUA reabrem para estrangeiros vacinados em 8 de novembro

Todas as pessoas imunizadas contra a covid-19 no Brasil terão entrada liberada, inclusive quem tomou AstraZeneca e Coronavac. Menores de 18 anos não precisarão comprovar vacinação

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

Viajantes de qualquer país do mundo que tenham completado o esquema de vacinação contra a covid-19 com imunizantes aprovados pela OMS (Organização Mundial da Saúde) terão acesso liberado aos EUA a partir de 8 de novembro, segundo novas regras anunciadas pelo governo americano nesta segunda-feira (25).

As novas regras valem para todas as pessoas vacinadas no Brasil, inclusive as que receberam as vacinas AstraZeneca e Coronavac, que não foram aprovadas pela FDA (agência de alimentos e medicamentos dos EUA). Também será permitida a entrada de quem tomou doses de imunizantes diferentes (primeira dose da Coronavac e segunda dose de Pfizer, por exemplo).

Para turistas com mais de 18 anos, será preciso apresentar o comprovante de vacinação, que no Brasil é disponibilizado por meio da plataforma Conecte SUS. Jovens com menos de 18 anos de idade não precisarão estar vacinados, mas terão de apresentar teste negativo para a covid-19. Se forem acompanhadas de adultos imunizados, o teste pode ser feito até três dias antes do embarque. Caso contrário, com no máximo um dia de antecedência.

Com as novas regras anunciadas nesta segunda (25), terão fim as restrições que hoje barram a entrada de turistas oriundos de Brasil, China, Irã, África do Sul, Índia e da maioria das nações europeias. Atualmente, viajantes desses países precisam passar 14 dias em um terceiro país sem restrições de acesso para depois seguirem rumo aos EUA.

Continue no tema

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.