Doria volta atrás e aceita debater nas prévias do PSDB

Após dizer que não iria, governador paulista anuncia presença no embate com Eduardo Leite e Arthur Virgílio. Evento inaugura a disputa que definirá o candidato tucano para as eleições de 2022

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    O governador paulista, João Doria, vai participar do debate das prévias do PSDB marcado para terça-feira (19). A informação é do jornal Folha de S. Paulo. Na sexta (15), o tucano havia anunciado que não compareceria ao evento, algo que repercutiu negativamente entre seus aliados.

    O debate da próxima semana inaugura as disputa que vai definir o candidato da legenda à presidência da República no pleito de 2022. Além de Doria, participarão o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-senador e ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio. O evento será realizado pelos jornais O Globo e Valor Econômico.

    Na sexta (15), ao justificar sua ausência, Doria havia dito que as regras definidas pelos organizadores não foram previamente discutidas entre as equipes dos candidatos - o que, segundo ele, “não permitiu o entendimento entre todos”.

    Segundo informações de bastidores obtidas pela Folha, a equipe de Eduardo Leite interpretou a recusa de Doria como um sinal de que o paulista não estaria mais convicto de ser o favorito na disputa. Ambos almejam construir uma candidatura da “terceira via”, uma alternativa com potencial de romper a polarização entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera as pesquisas, e Bolsonaro, que aparece em segundo lugar.

    No final de setembro, o portal Poder360 realizou pesquisa simulando cenários com os dois candidatos tucanos. O levantamento apontou que Doria, numa disputa com nove candidatos, ficaria com 3% dos votos, enquanto Leite, com 4%. O portal também simulou cenários de segundo turno entre os tucanos e Lula. Ambos seriam derrotados pelo ex-presidente.

    Continue no tema

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.