Por que o petróleo recuou a níveis pré-guerra na Ucrânia

Barril chega ao menor patamar em cinco meses, com temores sobre economia global. Economista fala ao ‘Nexo’ sobre as perspectivas até o final de 2022

    O preço do petróleo no mercado internacional chegou na quinta-feira (4) aos menores níveis desde antes da eclosão da guerra na Ucrânia. Desde que atingiu o pico em 8 de março de 2022, a cotação do barril caiu mais de 26%.

    A disparada do petróleo após a invasão da Ucrânia pela Rússia em 24 de fevereiro de 2022 ajudou a pressionar os preços dos combustíveis no Brasil. Da mesma forma, uma queda do barril pode trazer alívio às bombas dos postos – algo que já começou a acontecer em julho.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.