A reabertura e a retomada da Cinemateca Brasileira

Instituição, fechada ao público desde agosto de 2020, volta a funcionar com mostra dedicada ao Zé do Caixão

    Temas

    Fechada desde 2020, a Cinemateca Brasileira, na capital paulista, reabre suas portas ao público nesta sexta-feira (13). Para aproveitar a mística ocultista em torno das sextas-feiras que caem nos dias 13, o primeiro final de semana da nova fase da instituição será marcado por uma mostra gratuita dos filmes de José Mojica Marins (1936-2020), o Zé do Caixão, o maior ícone do terror brasileiro.

    A Cinemateca estava fechada após imbróglios com repasses do governo federal, que foi solucionado em novembro de 2021. A instituição é a principal responsável pela manutenção da memória audiovisual do país, e conta com 250 mil rolos de filme em seu acervo e mais de 1 milhão de documentos relacionados ao cinema nacional.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.