Por que a guerra entre Rússia e Ucrânia respinga no Japão

Putin rompe diálogo sobre devolução de ilhas reivindicadas pelos japoneses desde o fim da Segunda Guerra, e inicia exercícios militares na região

    A Rússia suspendeu no dia 21 de março todas negociações com o Japão sobre a disputa territorial que os dois países mantêm há mais de 70 anos sobre as Ilhas Curilas do Sul, também chamadas de Territórios do Norte do Japão. A decisão é uma resposta ao fato de o governo japonês ter apoiado as sanções econômicas contra a Rússia, implementadas depois da invasão da Ucrânia, em 24 de fevereiro.

    Russos e japoneses divergem a respeito da soberania sobre esse arquipélago desde o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945. Em 2018, líderes dos dois países decidiram trabalhar juntos para pôr um fim à disputa, mas as divergências sobre a guerra na Ucrânia paralisaram o processo.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.