Como são as leis que buscam restringir o direito ao voto nos EUA

Desde a derrota de Trump, republicanos apostam em leis estaduais que dispersam ou dificultam o voto de eleitores jovens, negros e imigrantes identificados com os democratas

    Dos 50 estados americanos, 48 possuem leis locais que restringem o direito ao voto, especialmente para negros, idosos, imigrantes e jovens estudantes. As mais de 400 leis estaduais de restrição ao direito de votar foram aprovadas, em sua maioria, por governos republicanos e atingem de maneira desproporcional o eleitorado de perfil democrata, o que representa uma ameaça à democracia nos EUA, de acordo com a ALCU (União Americana pelas Liberdades Civis).

    Esse processo de alijamento eleitoral foi acelerado e aprofundado nos quatro anos de governo de Donald Trump (2017-2021), presidente que protagonizou a mais grave ofensiva contra os pilares da democracia dos EUA ao questionar, sem fundamento, o sistema eleitoral e ao encorajar seus apoiadores a impedir a diplomação do atual presidente, o democrata Joe Biden, no episódio da invasão do Capitólio, em Washington, em 6 de janeiro de 2021.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.