O que revela a imagem mais detalhada de uma obra de arte

Fotografia do quadro ‘A ronda noturna’, do pintor holandês Rembrandt, tem 717 bilhões de pixels e será usada para orientar processos de restauração no Rijksmuseum

    O Rijksmuseum, museu nacional dos Países Baixos, em Amsterdã, divulgou na segunda-feira (3) a “maior e mais detalhada fotografia” já tirada de uma pintura. Trata-se de uma imagem de 717 gigapixels (ou 717 bilhões de pixels) do quadro “A ronda noturna”, de 1642, considerado como a obra-prima do pintor holandês Rembrandt.

    A foto foi produzida no âmbito da pesquisa do projeto Operação Ronda Noturna, iniciado em 2019 com o objetivo de conservar a pintura da melhor forma possível. No site do museu, qualquer um agora pode observar a obra em extrema proximidade, observando as mínimas rachaduras, manchas e fibras do tecido.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.