Como ‘Não olhe para cima’ fala da urgência da crise do clima

Apocalipse imediato vira alegoria para a dificuldade de a humanidade lidar com a emergência climática em filme de Adam McKay que estreia na Netflix

    Em “Não olhe para cima”, filme do cineasta Adam McKay (“A grande aposta”) que chega à Netflix em 24 de dezembro, um cometa maior do que aquele que causou a extinção dos dinossauros avança em direção à Terra. Mas, diferentemente do que acontece em outras produções com sinopses parecidas, como “Armagedom” (1998), as autoridades não salvam o dia com uma demonstração inspiradora da capacidade humana.

    Pelo contrário: o que se segue é uma sátira que responsabiliza diferentes setores da sociedade — governo, mídia e até cientistas — pela incapacidade de se unirem no enfrentamento de uma ameaça existencial.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.