Os embates em torno do lançamento do filme ‘Marighella’

Produção dirigida por Wagner Moura e estrelada por Seu Jorge chega ao circuito comercial brasileiro mais de dois anos depois de sua estreia no Festival de Berlim

    Mais de dois anos após sua estreia no Festival de Berlim, em 2019, “Marighella” chega ao circuito comercial brasileiro na quinta-feira (4). Dirigido por Wagner Moura e estrelado por Seu Jorge, o filme teve o lançamento adiado repetidas vezes.

    A produção sobre o líder guerrilheiro de esquerda Carlos Marighella (1911-1969) é cercada de embates, que vão de questões ligadas à política cultural do governo do presidente Jair Bolsonaro a leituras sobre o papel do personagem na história brasileira.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.