Por que o caso Mariana Ferrer mobiliza a opinião pública

Por unanimidade, desembargadores reiteram absolvição de empresário André Camargo Aranha, acusado de estupro. Processo levantou debate sobre como mulheres são tratadas nos tribunais

    O Tribunal de Justiça de Santa Catarina confirmou, nesta quinta-feira (7), por unanimidade, a absolvição do empresário André Camargo Aranha, acusado pela influenciadora de eventos Mariana Ferrer de estupro de vulnerável.

    Segundo Ferrer, Aranha cometeu o crime em 2018, numa boate em Florianópolis, quando ela tinha 21 anos. Ele nega, e diz que toda a relação entre os dois foi consensual.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.