A disputa judicial entre a Marvel e antigos quadrinistas

Artistas que co-criaram personagens altamente lucrativos querem participação nos rendimentos da empresa

    Temas

    A Marvel – parte do conglomerado Disney e detentora dos direitos de propriedade intelectual mais lucrativos da indústria do entretenimento – está prestes a embarcar em uma intensa disputa judicial com quadrinistas e seus herdeiros.

    A tensão teve início em maio de 2021, quando Larry Lieber – irmão de Stan Lee (1922-2018), o principal rosto público da Marvel – protocolou um pedido na Justiça americana para trazer para si os direitos autorais de personagens como Thor e Homem de Ferro, co-criados por ele. Em agosto, os herdeiros de Steve Ditko (1927-2018), co-criador do Homem-Aranha, protocolaram um pedido similar. Familiares de outros dois quadrinistas também entraram na ação. Para a Marvel, as petições não fazem sentido, já que os artistas eram prestadores de serviços contratados pela empresa.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.