Os atos esvaziados do MBL e do Vem pra Rua contra Bolsonaro

Protestos pelo impeachment organizados por grupos de direita tiveram baixa adesão da esquerda, sem participação do PT e do PSOL. Pré-candidatos que tentam viabilizar uma ‘terceira via’ apareceram

    As manifestações pelo impeachment de Jair Bolsonaro convocadas pelos grupos de direita MBL (Movimento Brasil Livre) e VPR (Vem Pra Rua) ocorreram de forma esvaziada neste domingo (12), sem a adesão de partidos de esquerda como PT e PSOL. O saldo ficou longe da mobilização de 7 de setembro, a favor do presidente.

    Convocados inicialmente com o mote que fazia alusão a uma “terceira via” para as eleições de 2022, com a frase “nem Lula, nem Bolsonaro”, os atos tiveram presença de nomes que tentam ocupar esse espaço político, como:

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.