Qual o saldo do mais duro ataque de Bolsonaro às instituições

Em dia de manifestações governistas que levaram milhares de pessoas às ruas, presidente prega desobediência ao Supremo e diz que só sai do Planalto por vontade de Deus

    Jair Bolsonaro fez seu mais duro ataque às instituições democráticas brasileiras ao participar dos atos governistas de 7 de setembro, Dia da Independência, em Brasília e em São Paulo. Em resumo, o presidente:

    • falou em desobedecer ordens do Supremo Tribunal Federal
    • disse que nunca será preso por ministros “canalhas” da corte
    • voltou a desacreditar as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral
    • afirmou que não aceitará ficar inelegível por decisão do TSE
    • anunciou que só sai do Palácio do Planalto por vontade de Deus
    • investiu novamente contra governadores e prefeitos

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.