Como o trauma de 11 de setembro ainda afeta os EUA

Maior parte dos americanos vê atentados como o principal evento da história nacional. Rememoração coletiva moldou cultura e valores do país no século 21

    Vinte anos depois, os atentados de 11 de setembro de 2001 continuam a ecoar nos Estados Unidos na forma de um trauma coletivo.

    Psicólogos e sociólogos têm um consenso de que os ataques da Al Qaeda e de Osama Bin Laden moldaram a cultura, os valores e os medos americanos no século 21.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.