Como Lula aparece aos olhos do mercado na disputa de 2022

Ao ‘Nexo’ dois economistas falam como setores econômicos enxergam o pré-candidato petista e a perspectiva de tê-lo como principal adversário de Bolsonaro

    A pouco mais de um ano das eleições de 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desponta como o principal adversário do atual mandatário, Jair Bolsonaro, numa possível reedição do segundo turno de 2018, em que o então candidato de extrema direita venceu o petista Fernando Haddad.

    Em 2018, o mercado tinha um candidato claro: Bolsonaro, avalizado pela presença de Paulo Guedes, que prometia um Ministério da Economia guiado por preceitos liberais caros à elite econômica. Em 2021, no entanto, agentes de mercado têm olhado com desconfiança para iniciativas do governo federal na área.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.