Os artistas LGBTI que desafiam a homofobia no hip-hop

Comentários discriminatórios do rapper DaBaby, que já colaborou com Anitta e Dua Lipa, reavivam discussão sobre preconceito na música

    O rapper americano DaBaby, que já colaborou com artistas como Anitta e Dua Lipa, tem recebido intensas críticas desde 25 de julho, quando fez declarações homofóbicas e preconceituosas contra pessoas que vivem com HIV durante um show no festival de hip-hop Rolling Loud, em Miami, nos EUA.

    Outros artistas vieram a público para condenar a atitude de DaBaby, que também teve apresentações canceladas em seis festivais de música. O caso reavivou uma discussão sobre LGBTIfobia no hip-hop no mesmo momento em que um rapper gay, Lil Nas X, faz sucesso nas paradas da Billboard com músicas que abordam sua homossexualidade abertamente.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.