O fiasco de Bolsonaro ao tentar desacreditar o sistema eleitoral

Presidente diz que na verdade não pode provar que há ‘fraude’ nas urnas eletrônicas e acaba apresentando vídeos de internet já desmentidos anteriormente

    Após criar expectativa de que apresentaria “provas de fraudes” no sistema eleitoral brasileiro em sua live semanal, Jair Bolsonaro acabou protagonizando um fiasco na quinta-feira (29): admitiu que tinha apenas “indícios” contra a urna eletrônica. Os “indícios”, na verdade, eram vídeos que circulam faz tempo na internet, com teorias da conspiração que já foram desmentidas.

    A investida frustrada do presidente marca mais um capítulo de uma série de acusações contra as urnas eletrônicas que permeiam seu discurso desde antes de ser eleito para comandar o país. São acusações que ganharam tom de ruptura institucional em meados de 2021, com Bolsonaro ameaçando impedir as eleições de 2022 caso o voto impresso não seja instituído no Brasil.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.