Parcialidade de Moro: a conclusão do julgamento no STF

Com votos finais de ministros, tribunal confirma decisão segundo a qual ex-juiz da Lava Jato violou regras ao condenar Lula no caso tríplex. Processo levou petista à prisão e o impediu de disputar as eleições de 2018

    O Supremo concluiu na quarta-feira (23) a confirmação de uma decisão da segunda turma do tribunal que considerou Sergio Moro parcial ao julgar Luiz Inácio Lula da Silva no caso tríplex de Guarujá.

    O ex-juiz da Lava Jato foi considerado suspeito em março pela segunda turma, duas semanas depois de as condenações do ex-presidente na Lava Jato terem sido anuladas. Em abril, o plenário formou maioria pela manutenção da decisão.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.