Como foi feito o mais detalhado mapa do córtex cerebral

Pesquisadores do Google e da Universidade de Harvard usam 1 milhão de gigabytes de dados para reproduzir amostra do cérebro humano

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. Este conteúdo é exclusivo para nossos assinantes e está com acesso livre como uma cortesia para você experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Apoie nosso jornalismo. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

Uma equipe de cientistas do Google e do Laboratório Lichtman da Universidade de Harvard usou 225 milhões de imagens para reproduzir em 3D uma pequena amostra do córtex cerebral. Os pesquisadores afirmam que esse é o mapeamento mais extenso e detalhado já feito do órgão humano.

Os cientistas o batizaram de H01, sigla que representa um petabyte de amostra de tecido cerebral. O mapa projeta apenas um milionésimo do córtex cerebral, a camada fina que contém o corpo celular do neurônio e que desempenha uma função essencial para as atividades cognitivas, como a memória, o planejamento, a percepção, a fala e a atenção.

O mapa pode ser visto na plataforma Neuroglancer, um software de código aberto. A reprodução usou 1 milhão de gigabytes em dados para reproduzir 50 mil células e 130 milhões de sinapses (a região entre neurônios por onde se transmitem os impulsos nervosos). Veja no teaser abaixo.

A referência usada foi uma amostra microscópica retirada de um lobo temporal, a estrutura localizada na parte lateral do cérebro, responsável pela memória. Essa parte foi pintada e protegida com resina. Depois, a amostra foi cortada em 5.300 cubos e um microscópio eletrônico foi colocado perto da imagem. O resultado desse processo foram as 225 milhões de imagens bidimensionais que, conectadas, mostram o mapa 3D.

Em janeiro de 2020, o Google lançou um projeto semelhante, em que um banco de dados fornecia a estrutura e conectividade de metade do cérebro de uma mosca-da-fruta.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.