5 sambas históricos de Nelson Sargento, baluarte da Mangueira

Figura célebre da música brasileira e ícone da escola de samba carioca, cantor e compositor morreu aos 96 anos

    Temas

    Cantor, compositor, artista plástico, escritor e presidente de honra da escola de samba Estação Primeira de Mangueira, Nelson Sargento morreu aos 96 anos na quinta-feira (27). O sambista estava na UTI do Inca (Instituto Nacional do Câncer), no Rio de Janeiro, desde sábado (22), quando foi diagnosticado com a covid-19.

    No dia 31 de janeiro de 2021, Sargento tomou a primeira dose da vacina contra a covid-19 em um ato simbólico que marcou o início da imunização de idosos no Rio de Janeiro. A segunda dose do imunizante ele recebeu em casa no dia 26 de fevereiro.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.