7 iniciativas online para encontrar os arquivos de Da Vinci 

Museus e outras instituições culturais digitalizaram cadernos do renascentista, que contêm anotações, esboços e projetos das áreas que ele estudava

    Temas

    Explorador das artes, das ciências e das humanidades, o renascentista italiano Leonardo da Vinci, considerado um dos maiores intelectuais de sua época, manteve cadernos nos quais anotou ideias, fez cálculos, esboçou estudos para obras de arte e projetou invenções e edifícios.

    Com cerca de 13 mil páginas de notas e ilustrações, os cadernos registram todos os aspectos da vida intelectual e diária do criador de “Monalisa” e “A última ceia”, incluindo suas listas de alimentos e devedores pessoais. O italiano planejava que as anotações fossem publicadas ao fim da vida.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.