A trajetória e o legado do arquiteto Paulo Mendes da Rocha

Maior expoente da Escola Paulista, capixaba colecionou prêmios internacionais e projetos relevantes pelo país. Ele morreu aos 92 anos em 23 de maio de 2021, em decorrência de câncer no pulmão

    O arquiteto e urbanista Paulo Mendes da Rocha, uma das maiores referências do ramo no país e no mundo, morreu na madrugada do domingo (23) aos 92 anos, segundo informações confirmadas pela família. Com câncer no pulmão, o arquiteto estava internado em um hospital em São Paulo.

    Autor de projetos como a reforma da Pinacoteca de São Paulo, o Museu Brasileiro de Escultura, o Sesc 24 de Maio e a Capela de São Pedro, Mendes da Rocha é um dos dois únicos brasileiros a ter ganhado o Prêmio Pritzker, considerado o Nobel da arquitetura mundial, ao lado de Oscar Niemeyer.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.