A plataforma que ensina jovens sobre a crise do clima

Iniciativa de pesquisadores da USP busca explicar de forma didática e acessível qual o impacto humano para o meio ambiente

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. Este conteúdo é exclusivo para nossos assinantes e está com acesso livre como uma cortesia para você experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Apoie nosso jornalismo. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

A plataforma “Mudanças climáticas e a sociedade” usa linguagem didática e acessível para explicar a crianças e adolescentes o que é o clima e por que estamos vivendo a mudança climática, marcada pelo aumento de temperaturas e de eventos como secas, inundações e incêndios florestais.

Criado por cientistas do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP (Universidade de São Paulo), o site tem o objetivo de oferecer conhecimento confiável e de qualidade para o público jovem, que, segundo levantamentos recentes, se interessa por temas ambientais. Os conteúdos são baseados em pesquisas científicas.

A plataforma responde perguntas sobre os fatores que influenciam o clima na Terra, quais são os aspectos do clima no Brasil, quais são as evidências de que o clima está mudando, por que as atividades humanas são responsáveis por essa mudança e quais são as projeções da ciência até o fim do século.

Os pesquisadores responsáveis pelo site chamam de “universo climático” a área pela qual o usuário pode navegar, compreendendo como o clima afeta a sociedade e como, por sua vez, a sociedade também pode afetar o clima. Os textos que explicam o tema são acompanhados por ilustrações, mapas e gráficos.

Outros recursos do site

Quem navega pelo site pode testar seus conhecimentos sobre o tema em um quiz que aparece no fim da página. Para os pesquisadores, o objetivo da ferramenta é fixar o aprendizado. Caso o usuário erre uma das questões, o site mostra qual a explicação correta.

A plataforma também permite que os usuários baixem um ebook sobre o tema. Com 25 páginas, o livro também se chama “Mudanças climáticas e a sociedade”. Ele organiza as principais informações que aparecem no site. O download do material é gratuito.

Em entrevista ao Jornal da USP, o professor Tercio Ambrizzi, que coordenou a criação da plataforma, afirmou que “o tema das mudanças climáticas tem estado na mídia há algum tempo, mas muitas pessoas não compreendem o que realmente significa”.

A crise do clima

Causas

A mudança climática começa com atividades que emitem grande quantidade de gases que agravam o efeito estufa, fenômeno responsável por tornar o planeta mais quente. Entre os gases emitidos estão o CO2 (dióxido de carbono), o metano e o óxido nitroso. A maior parte das emissões é causada por atividades dos setores de energia, transporte e alimentos.

Efeitos

A emissão de gases como o CO2 agrava o efeito estufa e, como consequência, causa o fenômeno que tem sido chamado de aquecimento global. A principal consequência desse aquecimento é o aumento das temperaturas. Entre outros efeitos, há também a elevação do nível dos mares e o aumento de eventos climáticos extremos. A expressão mudança climática é um sinônimo abrangente de aquecimento global.

1ºC

é quanto a temperatura média do planeta já aumentou, em média, em relação ao período pré-industrial, antes do século 19

Previsões

As projeções do clima mostram que o aquecimento global pode chegar a 6ºC até o fim do século 21 se o ritmo de emissões de gases do efeito estufa não diminuir. Para reduzir esse ritmo, são necessárias transformações em setores como o de energia e transportes. Em um futuro 2ºC, 3ºC ou 6ºC mais quente, a mudança do clima deve afetar (em grau maior ou menor) a economia, a saúde pública e o meio ambiente.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.