A destituição de ministros da Suprema Corte em El Salvador

Assembleia de maioria governista tira mandato de magistrados que barraram medidas tomadas pelo presidente na pandemia. Nayib Bukele é acusado pela oposição de dar um ‘golpe de Estado’

    A Assembleia Legislativa de El Salvador destituiu neste sábado (1º) cinco juízes da Suprema Corte, a mais alta instância judicial do país, responsável por zelar pelo respeito à Constituição e contrabalancear os poderes do Executivo e do Legislativo. Além dos juízes, também foi destituído o procurador-geral do país.

    A decisão foi tomada por uma maioria governista fiel ao atual presidente, Nayib Bukele, um populista de direita que chegou ao poder como um outsider em 2019 e vem se afastando dos padrões de respeito à democracia, embalado por altos índices de aprovação popular.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.