NFT: o investimento dos colecionadores digitais

Ativo financeiro digital é usado para dar lastro a obras de arte virtuais, vídeos e até tuítes e memes

    São muitos os itens que têm um valor único: um objeto autografado por um jogador famoso, um boneco vintage de “Star Wars”, uma obra de arte com numeração limitada. No mundo físico, itens colecionáveis raros podem chegar a valores milionários.

    Objetos virtuais como vídeos, ilustrações digitais e até tuítes e memes, por sua vez, ganharam uma opção de investimento para estabelecer essa lógica de raridade e singularidade do colecionismo. São os NFTs, ou “non fungible tokens” (tokens não fungíveis), um ativo financeiro digital como o bitcoin e outras criptomoedas.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.