Como a Petrobras afeta a relação de Bolsonaro com o mercado

Indicadores tiveram queda expressiva após presidente reclamar da política de preços da estatal e anunciar mudança no comando da petrolífera

    Mesmo antes que a segunda-feira (22) começasse, investidores e economistas previam uma forte queda no mercado financeiro ao longo do dia. A deterioração dos indicadores, que se confirmou, entrou no radar de analistas depois que o Ministério de Minas e Energia anunciou, na noite de sexta-feira (19), a indicação do general da reserva Joaquim Silva e Luna para o cargo de presidente da Petrobras.

    Luna deve suceder Roberto Castello Branco no cargo, sendo que a escolha precisa ser aprovada pelo conselho de administração da empresa. Castello Branco vinha sendo elogiado pela equipe de Paulo Guedes, ministro da Economia, mas criticado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.