A prisão de um deputado bolsonarista após ataques ao Supremo

Ministro Alexandre de Moraes manda prender Daniel Silveira (PSL-RJ) por crimes contra a ordem democrática e a honra dos juízes do tribunal em vídeo

    O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) foi preso em flagrante na noite de terça-feira (16), horas depois de divulgar um vídeo nas redes sociais ofendendo ministros do Supremo, defendendo a sua destituição e fazendo apologia ao Ato Institucional nº 5, o instrumento de repressão mais duro da ditadura militar (1964-1985).

    O mandado de prisão por crime foi expedido por ordem do ministro Alexandre de Moraes. A decisão foi ratificada por unanimidade pelo plenário do Supremo nesta quarta-feira (17).

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.