As ilustrações do século 16 da ‘Divina Comédia’ de Dante

Exposição virtual das Galerias Uffizi reúne desenhos em alta definição feitos pelo pintor italiano Federico Zuccari entre 1586 e 1588

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. Este conteúdo é exclusivo para nossos assinantes e está com acesso livre como uma cortesia para você experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Apoie nosso jornalismo. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    O ano de 2021 marca o 700º aniversário de morte do poeta e filósofo italiano Dante Alighieri. Para celebrar o momento, as Galerias Uffizi - museu localizado em Florença, cidade natal de Dante - promoverá uma série de iniciativas especiais.

    Dentre elas está a mostra virtual “A riveder le stelle” (“Para voltar a ver as estrelas”, em tradução livre), lançada em 1º de janeiro. Ela reúne 88 ilustrações da obra mais conhecida de Dante, “A Divina Comédia” - um poema épico do século 14 que narra uma viagem do poeta-narrador em três partes: Inferno, Purgatório e Paraíso.

    As ilustrações são de autoria do artista renascentista Federico Zuccari, famoso por ser um dos pintores da cúpula da Catedral de Santa Maria del Fiore, também em Florença, e datam de meados do século 16. Quase 200 anos após seu lançamento, a “Divina Comédia” já havia se tornado um clássico literário - o que ensejou o aparecimento de diversas edições ilustradas da obra.

    Até a abertura da exposição, os desenhos de Zuccari tinham sido vistos por alguns estudiosos e parcialmente exibidos ao público em apenas duas ocasiões. Após a morte do artista, em 1609, as ilustrações permaneceram sob a tutela de duas famílias mecenas de Florença: os Orsini e, posteriormente, os Médici. As peças passaram a integrar o acervo do museu em 1738.

    Na ocasião do lançamento da mostra, o diretor da Gallerie degli Uffizi, Eike Schmidt, pontuou que os desenhos são “um material precioso não só para para os pesquisadores, mas também para aqueles apaixonados pela obra de Dante que desejam ‘seguir a virtude e o conhecimento’” - em uma referência a um dos trechos mais famosos do Inferno.

    A mostra está dividida conforme as seções do livro, de modo que das 88 ilustrações, 28 são representações do Inferno, 49 do Purgatório e 11 do Paraíso.

    Ao entrar nas seções, o usuário tem uma visão geral de todos os desenhos que a integram e pode escolher aquele que deseja ver em detalhes. Cada um deles é acompanhado por uma ficha de apresentação contendo explicações, em inglês ou em italiano, elaboradas pela equipe do museu e que indicam a quais versos da “Divina Comédia” as ilustrações fazem referência.

    Os desenhos agora integram o acervo digital permanente das Galerias Uffizi. Chamada de “Hipervisões”, essa coleção reúne algumas obras do museu digitalizadas em alta definição e pode ser visitada gratuitamente.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.