A virada de bateria que criou o ‘som dos anos 1980’

'In the Air Tonight', hit de Phil Collins, completa 40 anos em 2021. Sonoridade da bateria influenciou músicos e produtores

Este conteúdo é exclusivo para assinantes. Ele está com acesso livre temporariamente como uma cortesia para você experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos de assinatura. Assine o Nexo.

    Temas

    Espectadores que chegarem ao episódio final da terceira temporada da série “Cobra Kai”, lançada em janeiro de 2021 na Netflix, terão a oportunidade de ouvir uma das viradas de bateria mais celebradas da história.

    Ela está presente na música “In the air tonight”, do inglês Phil Collins, parte da trilha da série. O lançamento da canção completou 40 anos em 9 de janeiro de 2021. É um dos maiores sucessos da carreira solo de Collins, que iniciou sua trajetória como baterista e vocalista da banda de rock progressivo Genesis.

    A virada de bateria marca o momento em que a música “explode”, saindo de uma atmosfera de mágoa e lamento para o desaguamento da raiva. Segundo Collins explicou no documentário “Classic albums: Phil Collins - Face Value”, a composição surgiu de forma espontânea, como expressão de sentimentos causados pelo seu processo de divórcio. No filme, o músico explica que a canção foi escrita em ré menor, “o mais triste dos tons”.

    Em termos técnicos, a sonoridade da virada foi conseguida com o músico batendo em vários tom-tons, uma das peças de uma bateria, por sua vez processados por meio de um recurso de estúdio chamado “gated reverb” (ver vídeo abaixo).

    A grosso modo, o recurso amplifica o som, mas impede que ele perdure, cortando o sinal sonoro logo depois que ele diminui. O resultado é uma batida potente que não ecoa pelo ar.

    O truque havia sido descoberto por acidente um ano antes pelo produtor de Collins, Hugh Padham, durante a gravação do álbum “Peter Gabriel”, de Peter Gabriel, em 1980, que também foi do Genesis.

    O efeito agradou a comunidade musical instantaneamente. Produtores passaram a tentar emular a nova timbragem de bateria, que acabou se tornando uma das marcas sonoras da década. “Graças a um acidente feliz, nasceu o som dos anos 1980”, disse a jornalista Estelle Caswell, do site Vox, em um vídeo que explica a origem da sonoridade.

    Presente em “Face Value”, primeiro álbum solo de Collins, a música inaugurou uma milionária carreira individual. Impulsionados por diversas canções de sucesso, seus quatro álbuns da década de 1980 conseguiram múltiplos discos de platina nos EUA e Reino Unido. O clipe de “In the air tonight” já passou das 214 milhões de visualizações no YouTube.

    Alguns anos depois de seu lançamento, “In the air tonight” teve seu sucesso ampliado ao ser incluída no episódio inaugural da série “Miami Vice”, de 1984, outro produto cultural icônico da década.

    Em 2020, a faixa voltou a ocupar posição de destaque em listas de serviços de streaming por causa de um vídeo viral em que dois adolescentes se empolgam com ela. "Isto é único", diz um deles. "Nunca vi ninguém soltar a batida no final de uma canção".

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.