‘Baile de favela’: a 1ª medalha da ginástica feminina brasileira

Rebeca Andrade conquista a prata no individual geral em Tóquio e se torna a primeira mulher do país a subir no pódio da modalidade em uma Olimpíada, algo que outras grandes ginastas não conseguiram

    Temas

    Rebeca Andrade conquistou a prata na final individual geral da ginástica artística em Tóquio nesta quinta-feira (29). Ela ficou atrás apenas da americana Sunisa Lee e se tornou a primeira brasileira a conquistar uma medalha olímpica na ginástica artística feminina. A russa Angelina Melnikova completou o pódio.

    A final ocorreu um dia após a melhor classificada das classificatórias, a estrela americana Simone Biles, anunciar sua desistência para cuidar da saúde mental. Com isso, Rebeca foi para a final com a melhor nota.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.