O canal em que avôs e avós italianos ensinam suas receitas

Projeto que vai ao ar no Youtube busca preservar a memória do preparo de pratos tradicionais da culinária do país europeu

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    Diferentemente da gastronomia francesa, que traz consigo um conjunto de regras muito estrito e preciso, a culinária italiana dá uma maior liberdade para experimentações e variações, mesmo tendo receitas e bases consagradas e tradicionais.

    Essa liberdade é o que move o canal de YouTube Pasta Grannies (algo como “vovós da massa”, em inglês). Nele, idosos de diversas partes da Itália ensinam receitas tradicionais do país, com destaque para as particularidades que suas famílias adicionaram à preparação dos pratos.

    No ar desde 2014 e com 682 mil seguidores, o canal tem novos episódios toda sexta-feira e traz um apresentador diferente a cada semana. Os vídeos são apresentados em italiano, acompanhados de uma narração em inglês. Há a possibilidade de assistir com legendas em português, geradas automaticamente pelo sistema de tradução do YouTube.

    O acervo de vídeos vai de preparos clássicos – como a lasanha bolonhesa – a pratos típicos de determinadas regiões da Itália — como o Timbalo di Aneletti, macarrão com legumes cozidos e carne de porco que é tradicional na região de Palermo, ao sul do país. Além da receita em si, os idosos que estrelam os vídeos costumam relatar suas próprias experiências pessoais com a comida.

    O canal foi idealizado pela jornalista americana Vicky Bennison. No site do projeto, ela diz que a ideia surgiu quando estava escrevendo um livro sobre a culinária italiana.

    “Percebi que habilidades de cozinha não estavam sendo transmitidas para as novas gerações”, escreveu. “É claro que esses preparos não vão morrer, mas eles têm se tornado uma atividade mais comercial e industrial do que uma atividade doméstica.”

    “Todo mundo pensa que a sua nonna (avó, em italiano) cozinha melhor. Mas o que a nonna vai cozinhar daqui a 20 anos? Os homens e mulheres da Itália estão muito ocupados hoje em dia para passar tempo na cozinha”, concluiu.

    Além dos vídeos para o canal, Bennison produziu um livro com as receitas apresentadas, que pode ser encontrado em lojas online disponíveis no Brasil.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.