Por que o Prêmio Nobel de Literatura costuma surpreender

Vencedora de 2020, a poeta americana Louise Glück não estava entre os favoritos das casas de apostas nem era citada como concorrente por especialistas. Processo de escolha é sigiloso e turva análises prévias

    A Academia Sueca anunciou nesta quinta-feira (8) que a poeta americana Louise Glück foi a vencedora do prêmio Nobel de Literatura 2020.

    Glück, 77 anos, é a 16ª mulher a ser laureada na categoria e sua obra ainda é inédita no Brasil. Ela vai receber um prêmio de 10 milhões de coroas suecas, o equivalente a cerca de R$ 6,3 milhões.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.