Os governadores sob suspeita em contratos da pandemia

Inquéritos no Superior Tribunal de Justiça que envolvem suspeitas na área da saúde atingem chefes dos Executivos do Pará, do Rio de Janeiro, do Amazonas e de Santa Catarina

    Onze estados e o Distrito Federal têm contratos emergenciais assinados durante a pandemia do novo coronavírus sob investigação. Na terça-feira (29), novas operações policiais foram realizadas em oito estados.

    Pelo menos quatro governadores respondem a inquéritos no STJ, sob suspeita de envolvimento direto em esquemas de desvios de dinheiro público durante a pior crise sanitária no país em um século. Abaixo, o Nexo resume esses casos.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.