Por que um trainee só para negros promove inclusão — e não exclusão

Magazine Luiza abriu inscrições para o programa de treinamento e virou alvo de críticas por não considerar candidatos brancos

    Apenas candidatos negros podem se inscrever no próximo programa de trainees do Magazine Luiza, cujas inscrições foram abertas na sexta-feira (18). “O objetivo do Magalu com o programa é trazer mais diversidade racial para os cargos de liderança da companhia, recrutando universitários e recém-formados de todo Brasil, no início da vida profissional”, definiu a empresa, em nota.

    Atualmente, pretos e pardos correspondem a 53% do quadro de funcionários do Magalu – entre eles, apenas 16% ocupam cargos de liderança. O programa de trainees 2021 foi desenvolvido em parceria com as consultorias Indique Uma Preta e Goldenberg, ID_BR (Instituto Identidades do Brasil), Faculdade Zumbi dos Palmares e Comitê de Igualdade Racial do Grupo Mulheres do Brasil.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.