Como o risco ambiental afeta o acordo entre Mercosul e União Europeia

Governo francês indica oposição ao tratado comercial firmado em junho de 2019. Países europeus pedem garantias sobre a preservação do meio ambiente no bloco sul-americano

O primeiro-ministro da França, Jean Castex, comunicou na sexta-feira (18) que o país deve se opor ao acordo comercial entre União Europeia e Mercosul. O anúncio, feito pelo Twitter, veio após um estudo encomendado pelo governo francês apontar para a aceleração do desmatamento nos países do bloco sul-americano.

O documento estima que, entre Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, 700 mil hectares serão desmatados em seis anos para aumentar a produção de carne para exportação.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.