Por que Wilson Witzel foi afastado do governo do Rio

Decisão monocrática de ministro do STJ tira governador do cargo por 180 dias em meio a operação que investiga desvio de verba pública na saúde. Político fala em ataque à democracia

    Wilson Witzel (PSC) foi afastado do cargo de governador do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (28). A decisão veio do STJ (Superior Tribunal de Justiça), assinada, monocraticamente, pelo ministro Benedito Gonçalves.

    O afastamento de Witzel, cujo prazo inicial é de 180 dias, se dá em meio à Operação Tris in Idem da Polícia Federal, que apura desvios de verba pública na Saúde fluminense. Há mandados de prisões preventivas e temporárias, além de buscas e apreensões.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.