As denúncias que põem em xeque a persona de Ellen DeGeneres

Ex-funcionários acusam produtores de talk show da comediante americana de promover um ambiente tóxico, com acusações de racismo e assédio sexual

A comediante Ellen DeGeneres é responsável por um dos programas de entrevista mais bem-sucedidos da TV americana. O “The Ellen DeGeneres Show” está no ar há 17 temporadas ininterruptas desde 2003. Ao longo dos anos, a produtora, roteirista e apresentadora se estabeleceu como uma celebridade simpática, disposta a fazer doações polpudas para causas sociais e um exemplo de visibilidade LGBTI na televisão do país. Em 2020, no entanto, sua imagem pública vem sendo posta à prova por uma série de denúncias publicadas na mídia.

De cortes de salários durante a pandemia a denúncias apontando um ambiente tóxico de trabalho, Ellen foi alvo de críticas em reportagens na imprensa e nas redes sociais, algumas de outras celebridades. Já personalidades como o comediante Kevin Hart e a cantora Katy Perry se manifestaram publicamente em sua defesa.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.