Qual o plano do governo para privatizar subsidiárias da Caixa

Medida provisória tenta agilizar abertura de capital de empresas ligadas a um dos maiores bancos públicos do país. Secretário de Desestatização deixa equipe econômica em meio a demora na venda de estatais

    O presidente Jair Bolsonaro editou na sexta-feira (7) uma medida provisória que permite à Caixa Econômica Federal estruturar operações para abrir o capital de suas empresas subsidiárias.

    O texto autoriza essas subsidiárias a “incorporarem ações de outras sociedades empresariais” e a “adquirir controle societário ou participação societária minoritária” em empresas privadas. Subsidiárias são empresas controladas por outra empresa estatal – neste caso, a controladora é a Caixa.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.