Como a pandemia impactou os negócios do Uber

Empresa divulgou dados sobre o desempenho no segundo trimestre de 2020. Aplicativo de transporte registrou quedas significativas, enquanto plataforma de delivery dobrou em performance

    Fundada em 2009 com a promessa de ser uma revolução na mobilidade urbana, a empresa de aplicativos Uber viu seu faturamento despencar em meio à pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

    Na quinta-feira (6), a companhia americana, que abriu seu capital para a bolsa de valores em 2019, divulgou os resultados do segundo trimestre de 2020, com dados que vão do dia 30 de março ao dia 30 de junho.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.